Quem é atraído pelo preço pode virar cliente fiel?

Blog---Como-transformar-quem-só-se-atrai-pelo-preço-em-um-cliente-fiel MENOR

Como transformar quem se atrai pelo preço em um cliente fiel?

Você faz aquela promoção incrível para acabar com os estoques ou para popularizar a sua marca e acaba conseguindo muitos clientes novos. E agora? Esses clientes, muitas vezes, só chegaram até a sua empresa ou serviço por conta do preço – e não pelo produto em si. Como fazer com que esse cliente volte até você?

– Em vez de um, dois!

Ainda não se sente seguro em aumentar o preço e arriscar perder os clientes que conquistou com o atrativo do preço? Ok, passemos para outra ação que pode te ajudar um bocado. Mantenha o preço um pouco mais baixo, mas tente um jeito diferente: em vez de um só produto, venda um “pacote” com dois ou mais, oferecendo um desconto para o preço do produto por conta dessa estratégia.

Por que isso funciona? Pois passa a mensagem de que a sua empresa, sua marca, seu serviço permite que o dinheiro do cliente renda mais. Isso fica ainda melhor quando você passa a mensagem de que é mais barato do que o concorrente, nessa ação. A imagem de uma empresa mais flexível atrai o cliente que, inicialmente, era sensível apenas à questão do preço.

– A força do costume

Sabe a sugestão de garantir que você venda mais de um produto de uma só vez, com uma ação diferente para oferecer desconto? Tá aí mais um benefício dela: o cliente acaba por adquirir mais produtos seus, em sua maioria, repetidos. Ou seja, você vende dois pares de chinelo, e não apenas um.

A partir daí, sabendo que o cliente gostou do produto em si, a tendência é que, a partir de determinado período consumindo-o, ele acabe por considerar aquele produto bom, graças à sua experiência passada. Nada melhor, não? Ele passa a se habituar ao produto em si e tende a comprá-lo, caso compare a outro que não conhece.

– Diferencie os produtos

Deixe claro para o cliente que tais e quais produtos são os que sofrem redução de preço ou um breve desconto durante uma ação. E os outros? Aí mesmo é que você deve agir. Esforce-se, por estratégias que vão da comunicação em mídias sociais até o atendimento que se dá pessoalmente, para demonstrar quais recursos, vantagens e elementos a mais a pessoa adquire com o produto que não tem desconto. Afinal, são linhas diferentes, mas podem ir, aos poucos, se favorecendo.

Ainda que a pessoa, de início, não conheça o outro produto, para o qual você não oferece desconto, a experiência anterior com seus produtos, em geral, pode fazer a diferença. Aí fica mais fácil, né?

Gostou das dicas? Comente o que achou por aqui, pelo Twitter ou pelo Facebook! 😉

Quem é atraído pelo preço pode virar cliente fiel?
Avalie

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *