Eficiência ou eficácia?

blog_124_eficiencia_eficacia MENOR

Você quer contratar um bom funcionário, trazer para o seu empreendimento um bom colaborador. Até aí, tudo certo, não? Agora, o momento da decisão pode ser difícil. Manter na empresa o funcionário que cumpre regras e metas meticulosamente, ou apostar naquele que sabe do que a empresa precisa e vai nessa direção, ainda que menos preocupado com normas?

1)    Conheça o perfil da sua empresa

Se você acha que é melhor manter a segurança, ainda que se mantenha fiel à política do “mais do mesmo”, a decisão fica até óbvia. Algumas empresas não pretendem trazer um valor a mais de inovação ou de mudanças que possam ter risco – mas que também possam trazer novos formatos ao empreendimento.

Quais valores você quer trazer à sua empresa? Até que ponto a inovação é um valor a ser mantido e usado em ações cotidianas? A partir daí, você pode associar o perfil da empresa ao funcionário e até mesmo às atitudes de todos os envolvidos no negócio.

2)    Como você pretende atender/fazer o serviço?

Alguns serviços pecam pelo automatismo. Por exemplo, ao atender um cliente em uma loja, muitas vezes você deve dedicar uma atenção a mais a cada um dos que solicitam os seus serviços. O cliente não quer, de maneira alguma, ser tratado como bobo ou como objeto, e dedicar alguns minutos a mais pode fazer toda a diferença na impressão passada.

Entretanto, alguns serviços parecem demandar isso, sob o risco de que você perca a clientela. Cabe a você decidir qual a melhor opção para o seu caso, analisando o retorno dos clientes, a opinião de clientes e, claro, o seu “feeling” como empreendedor e líder.

3)    Eficiência ou eficácia?

 Esses são dois conceitos muito confundidos no campo de administração e negócios e, não, eles não são sinônimos. Ao falar em eficiência, você está tratando de fazer o máximo possível, utilizando o mínimo possível de recursos. Menos tempo de dedicação ao cliente, resolvendo questões básicas, e mais produtividade – sendo que “produtividade” passa a ser palavra de ordem.

Já a eficácia refere-se a fazer algo, a coisa certa, sem colocar como única prioridade o que se define por produtividade. Se, para que o cliente encontre mesmo a solução para suas dúvidas, for necessário esclarecer mais aspectos e demorar mais tempo no atendimento, essa atitude tornará o negócio mais eficiente. E é disso, muitas vezes, que a sua empresa precisa.

Gostou das dicas? Comente o que achou por aqui, pelo Facebook ou pelo Twitter!

Eficiência ou eficácia?
Avalie

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *