O seu foco deve ser: “onde quero chegar?”

Você estipulou metas, está cumprindo as tarefas com disciplina e ainda assim não está obtendo os resultados que deseja. Onde está o problema? Talvez, o que você mais precisa neste momento é de um pequeno ajuste em sua maneira de pensar. Esqueça como vai cumprir suas tarefas, foque apenas no objetivo. Enxergue o objetivo!

Por que enxergar o objetivo é a melhor maneira de avançar? Simples: você vai deixar de ser apenas um bom cumpridor de tarefas. Sabe aquele funcionário exemplar, que todos os dias chega no horário, finaliza suas atividades antes do prazo estipulado, só que nunca ousa, nunca vai além do esperado? Ter um objetivo claro ajuda a mente a não pensar em “impossibilidades”, além de estimular o entusiasmo e a criatividade. Quer um exemplo claro? Talvez você ache um pouco estranho, mas há uma grande lição por trás.

Certamente você conhece uma pessoa bastante religiosa. Aquela que aproveita a menor deixa para falar de suas crenças. Vamos adaptar esse exemplo ao mundo dos negócios. O religioso não é um realizador de tarefas e sim uma pessoa convicta dos objetivos: seja alcançar uma graça divina, o céu ou uma benção, ou apenas agradar ao deus a quem serve.

O foco é tão o “objetivo” e não “cumprir tarefas” que a satisfação pessoal do religioso o leva mais longe. A força que o motiva é muito parecida com um senso de missão, que é algo completamente diferente de “ser bem-sucedido na realização de metas”. A missão envolve o coração, o impulso que não pode ser medido. O senso de missão desenvolve habilidades que você nem sabia que existia e essa força é imensa!

Vamos às dicas práticas de como tornar isso possível?

  • Responda honestamente: “onde você quer chegar?”

Não tenha pressa para chegar a uma resposta. Pense com calma para formar em sua mente uma imagem clara.

  • Estabeleça todas as metas e pergunte-se: “elas me levarão onde quero chegar?”
  • Reveja cada uma com calma para verificar se elas impulsionarão o seu negócio ou apenas será uma tarefa “correta” a ser feita.
  • Pense, na hora em que estiver realizando cada tarefa, como será bom chegar lá.

Vivenciar mentalmente a sensação de realização é um ótimo combustível para não perder o foco do objetivo. Nunca imagine a sensação da conquista como algo longe de ser realizado.

Você vai ver, em pouco tempo sua mente estará mais clara para decidir o que tirar de suas atividades diárias e o que deixar para chegar lá!

Experimente!

O seu foco deve ser: “onde quero chegar?”
Avalie