Dia do Agricultor

banner_pequeno_agricultorO dia 28 de Julho é devidamente especial, justamente porque a nossa sociedade determina datas para homenagear diversos profissionais e as funções de extrema importância que desempenham. Neste, portanto, comemoramos os agricultores, o profissional que é um dos responsáveis pelo nosso alimento. Além disso, vem assumindo também responsabilidades de produzir agroenergia: renovável e limpa.

Em 1960, a partir do centenário da criação do Ministério da Agricultura, o presidente Juscelino Kubitscheck aprovou a instituição desta celebração, uma vez que considerava essencial o trabalho do agricultor. Segundo sua concepção, o suor dos agricultores fecundou a terra que cresceria economicamente por anos a fio. Deste modo, propôs o respeito e a gratidão que o trabalho braçal e sua mão de obra merecem.

Sobre a agricultura em si, o primeiro tipo que surgiu na história de que se tem algum conhecimento é chamada itinerante. Era praticada por povos sem moradia fixa, e executada através do plantio, colheita e queima do terreno antes de se plantar novamente. Quando o solo ficava totalmente improdutivo, era hora de se mudar!

Assim que o homem desenvolveu técnicas para controlar as plantações e impedir que elas fossem dizimadas por intempéries da natureza, foi o momento que as moradias fixas começaram a surgir. A vida sedentária, portanto, permitiu que casas e povoados tivessem cada vez mais destaque entre as comunidades humanas, ao mesmo tempo e que as trocas comerciais e a domesticação de animais incorporavam a construção desse novo panorama cotidiano, responsável pelo aparecimento das primeiras civilizações – como no caso do Egito Antigo e atividades agrícolas ao redor do rio Nilo.

Hoje, no entanto, a agricultura aparece dividida em algumas classes específicas, mas no geral, o desenvolvimento tecnológico que o tempo e os estudos específicos proveram – e a inserção destes no campo, inclusive – faz com que o agricultor se utilize dos recursos do solo (sem o esgotamento deste) para fazer as plantações, e dependendo da classe em questão, de maquinários e equipamentos específicos. No entanto, ao se valer de novos modelos de plantação, muitos destes causam alterações nos meios naturais. Irrigar usando produtos químicos e agrotóxicos, por exemplo, podem acelerar o processo de crescimento das sementes ao mesmo tempo em que inferioriza a qualidade do solo e causa mudanças na flora local.

Para tanto, o agricultor é um profissional que dedica seu trabalho para suprir uma necessidade básica das pessoas e, não só por isso, merece toda a felicidade e sorte que a vida puder agraciar. Muitas vezes, trabalham exaustivamente apesar de qualquer condição climática, não possuem finais de semana ou dias de folga, encontram sérias dificuldades para conseguir acesso a créditos e seguros e, como se não bastasse, são chamados de destruidores da natureza e coisas do tipo.

A Zocprint, frente a estes trabalhadores vocacionados – que respeitam os recursos naturais e o próximo; que têm que estar preparados para produzir cada vez mais em menores espaços, e tudo com sustentabilidade, utilizando boas tecnologias modernas, se mantendo muito bem informado e atualizado – deseja todo o sucesso que merecem e anseiam!

E se você é agricultor, confira nossos modelos de cartões para o ramo clicando aqui.

Dia do Agricultor
Avalie

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *