Língua Portuguesa – Nosso maior patrimônio

dia da língua portuguesa banner pequeno

10 de junho – Dia da Língua Portuguesa

No dia 10 de junho de 1580 morria Luiz Vaz de Camões; um dos maiores poetas portugueses. Por sua importância na literatura internacional, o dia de sua morte foi escolhido para representar a data de comemoração do Dia da Língua Portuguesa.
No Brasil, desde 2006 com a Lei nº 11.310, foi instituído no dia 5 de novembro o Dia Nacional da Língua Portuguesa.Esta data foi julgada de extrema importância justamente por lembrar o quão preciosa é nossa língua, além de ser mais um dos modos possíveis de dissociação entre o Português Brasileiro do Português Europeu, mesmo que mais no campo das ideias do que baseado em evidências linguísticas propriamente ditas.

O dia 5 de novembro foi escolhido para abrigar essa comemoração e rememora a data de nascimento do homem que, além de membro fundador da Academia Brasileira de Letras é considerado segundo a revista Época o “maior brasileiro da história”: o intelectual talvez mais importante e brilhante de sua época, Ruy Barbosa.

Nossa língua é falada por cerca de 250 milhões de pessoas e idioma oficial de oito países – Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe (além de Goa, na Índia e Macau, na China).  É por ela que trazemos à tona o que somos, e nem sempre reparamos que é deste jeito que acontece. Nossa linguagem mora nas artes, no trabalho, na música, na política, na cultura como um todo; é essencial nos papéis que adotamos em todas as socializações. Não reduza nosso idioma a um emaranhado de regrinhas a serem decoradas ou a uma “excelência inacessível”. Sua compreensão pode iluminar o entendimento sobre o cotidiano brasileiro e a individualidade de cada um de nós, sem qualquer preconceito de cunho linguístico.

O português também é nossa história. Invasões mouras na Península Ibérica e colonização portuguesa de vastas regiões na América do Sul, África e Ásia fizeram com que nossa língua entrasse em comunhão com os mais diferentes falares de diversas regiões do globo. Deste modo, nosso idioma acabou por acrescentar inúmeras palavras oriundas do árabe, das línguas indígenas brasileiras e das línguas africanas – fora as influências já assimiladas do chamado Romance, língua precursora desta nossa. De certo modo, tal operação sincrética que se nota em nossas relações sociais transparecem totalmente em nossa maneira de expressão – a palavra que antecede o pensamento. Assim, justamente essa particularidade de formação na nossa língua que torna os brasileiros um povo tão amistoso e tão suscetível a miscigenações.

O convite feito seja no dia 5 de maio, de novembro, seja em 10 de junho, é que falemos o nosso patrimônio sem medo, sem vergonha. O português é considerado uma das línguas nasais mais belas de todas, então sigamos o exemplo de Ariano Suassuna que disse: “Não troco meu ‘oxente’ pelo ‘ok’ de ninguém”.

 

Língua Portuguesa – Nosso maior patrimônio
Avalie

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *