Carregando...
Materiais Impressos

Impressão de materiais: dicas para não errar em nada

Material impresso personalizado

Na hora de fazer a impressão dos seus materiais é importante ter atenção a vários fatores, buscando que o resultado final seja o mais fiel possível ao arquivo planejado digitalmente. Para isso, é essencial ficar atento aos detalhes das cores, da qualidade da imagem, da sangria, de pontes de corte e muito mais.

Assim, trazemos os principais pontos de atenção que devem ser verificados para que a impressão de materiais que você está planejando saia exatamente como foi pensada no seu projeto.

Perfil de cores para impressão

A primeira dica exige bastante atenção, pois a escolha do perfil errado irá causar distorções nas cores, de forma que leve até ao descarte do material. Para isso não acontecer é importante que o perfil de cores escolhido seja o CMYK, que representa de maneira mais fiel às cores do espectro visível.

O perfil de cores em RGB, por exemplo, é baseado na luz, sendo ideal para trabalhos digitais,os quais as cores são valorizadas pela iluminação do monitor.

Entenda a harmonia das cores e como usá-las nos seus trabalhos.

Qualidade de imagem ideal para impressão

É preciso estar atento também a qualidade das imagens e da arte antes de mandá-la para impressão, assim como no formato que ela se encontra. As imagens em pixels por polegadas (PPI), por exemplo, não podem ser usadas para impressão, pois os pixels são exclusivos do digital. O ideal então é optar para impressão no formato DPI.

As imagens em DPI são medidas em pontos por polegadas, e por isso, são as recomendadas para os materiais impressos. As artes devem ter qualidade mínima entre 266 e 300 dpi, garantindo melhor nitidez na impressão.

Atenção a sangria e pontos de corte

Para que seus materiais impressos não contenham aquelas “bordinhas brancas” que estragam o design planejado, é essencial ter atenção a sangria e aos pontos de corte.

É necessário que sua arte contenha pelo menos 5mm de sangria em cada ponto de corte, para o resultado final ficar o mais próximo do idealizado e produzido. O tamanho da sangria não é uma regra geral entre as gráficas, sendo o ideal conversar previamente com a gráfica que fará a impressão do seu material para ajustar melhor esses dados.

Tamanho e cores das fontes

A dica é fazer a impressão em tamanho real, para assim conferir se o texto está de acordo com o planejado. As escalas de tamanho usadas no monitor podem enganar pela aparência, podendo gerar letras muito pequenas e até ilegíveis.

As cores das fontes também merecem um ponto de atenção nesse caso. Opte por cores que quando contrastadas com o fundo da arte, fiquem bem contornadas. O preto é uma cor que não tem erro, e pode valorizar vem o texto.

Escolha do papel adequado

O papel escolhido vai influenciar diretamente no resultado da sua impressão. Com diferentes tipos de material, como o papel couchê, jornal e reciclado, o ideal é entender qual o melhor para a arte criada.

Uma dica é apresentar o trabalho para gráfica e conversar sobre qual o melhor tipo de papel para a sua ideia, seguindo todos os outros pontos mencionados anteriormente.

Faça a impressão de materiais com a Zocprint

A Zocprint sabe o que é ideal para deixar o resultado final dos seus impressos ainda mais fiéis ao material planejado. Siga as dicas apresentadas anteriormente e surpreenda-se com o resultado das suas impressões. Até a próxima!