Loading...
Gestão e Negócios

Marketing Jurídico Digital: conheça as boas práticas!

advogado-marketing-juridico-digital-boas-praticas

De acordo com o Conselho Federal da OAB, há mais de 1 milhão de advogados cadastrados atualmente no país. Diante de toda essa concorrência, é preciso encontrar meios de se destacar, não é mesmo?

E o marketing jurídico é uma delas! No entanto, por se tratar de um segmento especial, é preciso ter cuidados no desenvolvimento de ações dentro do chamado marketing jurídico digital. Em 2017, o Tribunal de Ética e Disciplina do Conselho Federal da OAB decidiu como os gestores dos escritórios de advocacia devem se portar perante a publicidade.

Quer entender melhor sobre o assunto? Então continue lendo! Nós, da ZocPrint, vamos falar hoje sobre como aplicar corretamente as boas práticas do marketing jurídico digital no seu negócio. Vamos lá?

O que é Marketing Jurídico?

Marketing jurídico é a técnica que visa fortalecer a imagem de advogados ou de um escritório de advocacia no meio digital sem ferir o Código de Ética e Disciplina da OAB.

A sua prática envolve muito planejamento e estratégia para que os resultados sejam mais efetivos. Utilizar técnicas de marketing jurídico permite conquistar mais clientes e notoriedade, além de melhorar a reputação dos advogados de determinado escritório jurídico.

Marketing Jurídico Digital: como começar?

Para criar uma estratégia de Marketing Jurídico Digital que dê resultados eficazes é fundamental saber quais as personas do seu negócio.

Persona é a representação fictícia do seu cliente ideal, baseada em dados reais coletados sobre seus clientes, como características comportamentais e informações demográficas. A persona também pode ser enriquecida com detalhes, como histórias pessoais, motivações, objetivos, desafios e preocupações.

Para definir com a maior exatidão possível as personas do seu negócio, deve-se conhecer de perto o seu público-alvo. Assim, em uma rápida análise, será possível identificar características comuns entre os potenciais clientes do seu escritório de advocacia.

O que não pode ser feito no Marketing Jurídico

Como falamos acima, existem algumas práticas que são vedadas ao fazer publicidade ou marketing de serviços jurídicos, entre elas a veiculação de propaganda em TV, rádio e outdoor. Além destas, também existem outras práticas proibidas:

Programas jornalísticos

A participação de programas jornalísticos de forma periódica ou rotineira é proibida. Permite-se apenas a participação eventual, com o intuito de esclarecer as dúvidas dos telespectadores, podendo ser citado o nome do escritório e do profissional no ar.

Redes Sociais

O escritório de advocacia pode ter páginas e perfis nas redes sociais. Entretanto, está proibido o uso de estratégias de posicionamento em sites de busca, como a manipulação dos motores de busca ou patrocinar alguma página com o objetivo de captar clientes. Os posts das redes sociais devem ser meramente informativos. O advogado não deve publicar informações com o objetivo de adquirir clientela.

O que pode ser feito no Marketing Jurídico

– Ter um site ou blog;
– Criar páginas em redes sociais e postar conteúdos informativos;
– Enviar e-mail marketing;
– Produzir webinários, vídeos, e-books e outros materiais virtuais;
– Fazer a otimização de sites para os mecanismos de buscas, o chamado SEO;
– Investir em links patrocinados.

Essas foram algumas dicas de Marketing Jurídico Digital que podem contribuir para o sucesso do seu escritório de advocacia. Gostou de ler o post? Aproveite também e confira esse outro conteúdo sobre Como divulgar escritório de advocacia. Até a próxima!